Matérias

Cientista cria teoria que prova a existência de Deus e ganha prêmio

08.06.2016, 19h08 Por fatosdesconhecidos 1751 Comentários

Algo que pode parecer pouco provável é a junção entre religião e ciência, já que existem muitas diferenças de opinião entre uma e outra. No entanto, um cientista fez questão de comprovar a existência de Deus através de seus estudos científicos.

Trata-se do polonês Michael Heller, que, além de cientista, é um dos teólogos mais renomados da Polônia. O que ele fez foi utilizar os seus conhecimentos sobre ciência e religião para provar algo que muitos duvidam que exista e que outros cientistas, já haviam se aventurado em desvendar, porém sem sucesso até o momento. A existência de deus, um criador para tudo o que conhecemos hoje.

Heller deu o nome de “Teologia da Ciência” para a tese que formulou, que por sinal é pioneira, e isso lhe rendeu um dos prêmios mais cobiçados na comunidade científica: em 2008 ele ganhou US$ 1,6 milhão, em Nova York, da Fundação Templeton, que conta com cientistas do mundo inteiro.

 

A Teologia da Ciência

milky-way-formed-from-the-inside-out

Heller explica a existência de Deus através da teoria do Big Bang, ou da formação do Universo, que se originou através de uma grande explosão. O Big Bang é hoje a teoria mais aceita para a criação do universo, e diversas pessoas acreditavam que isso provava que o universo não foi criado por Deus, esse cientista decidiu ir um pouco mais longe. E se o próprio Deus tivesse criado o Big Bang?

29155029353104

Ele diz que a ciência encontrou Deus neste momento, pois os cientistas não conseguem explicar o que originou esta grande explosão, já que ainda não provaram o que veio antes dela, e dificilmente vão conseguir provar. Os cosmólogos começam a sua explicação dizendo que o universo estava originalmente muito quente e denso em algum tempo finito no passado e, desde então tem se resfriado pela expansão ao estado diluído atual e continua em expansão atualmente, então essa teoria ainda é incompleta, porque não sabemos o que estava lá antes do universo existir.

 

tumblr_lmnbn8PLvw1qggmkto1_500

Ele explica que em todo processo físico, uma coisa sempre origina a outra, ou seja, “um estado precedente é uma causa para outro estado que é seu efeito. E há sempre uma lei física que descreva esse processo”, diz ele.

Então como Deus deu o ponta pé inicial, ele ainda rege as leis da física. Sabemos como elas funcionam, mas não sabemos o seu sentido. Em suas próprias palavras ele diz “A ciência nos dá o Conhecimento, e a religião nos dá o Sentido. Ambos são pré-requisitos para uma existência decente”, ou seja, ele não descarta nem a religião nem Deus e sim os une para dar sentido a tudo que estudamos e vivemos.

Ele acredita muito em sua teoria e até mesmo chama pessoas que não veem que Deus colocou tudo aqui e que os cientistas apenas exploram a criação de um ser maior.

Críticas

conquista-balada-pergunta

Mas não acredite que todos os cientistas e cosmólogos adoraram a teoria de Michael, existem muitos cientistas que repudiam sua teoria e até mesmo criticam o prêmio Templeton por ter premiado o cientista.

Quem faz as críticas mais pesadas é o biólogo evolucionista Richard Dawkings, onde ele diz que o prêmio da preferência para pessoas que tem alguma coisa boa para falar de religião. Já os jurados dizem que ele Heller ganhou o prêmio por apresentar conceitos originais sobre como o universo surgiu, coisa que não acontece todos os dias.

Cientista e padre

conquista-balada-pergunta

Para se ter uma ideia melhor, Heller não é apenas uma pessoa aleatória que venceu um prêmio milionário. Com 80 anos, o padre tem Ph.D em cosmologia desde 1966. Ele atua como professor de filosofia da ciência e lógica no Instituto Teológico em Tarnow e da aulas de filosofia na Pontifícia Universidade de João Paulo II.

Durante alguns anos ele foi perseguido pelos soviéticos por conta de seus estudos que iam contra a ideologia ateia comunista na região. Outra curiosidade é que ele conheceu o Papa João Paulo II.

Comentários